A CIDADE

Dados Gerais do Município de Sapucaia

 

Aspectos Geográficos

Localização: Mesorregião Sul-Fluminense do Estado do Rio de Janeiro
Coordenadas: 21° 59′ 42″ S 42° 54′ 50″
Altitude: 221 metros.
População estimada (2016): 17.604 pessoas
Área da unidade territorial (2015): 541,181 km²
Densidade demográfica (2010): 32,35 hab/km²
Clima Tropical de Altitude Cwa (temperado úmido com inverno seco e verão quente)

DISTRITOS

O município está dividido em 5 distritos,

São eles respectivamente o primeiro Sapucaia, segundo Anta, terceiro Jamapará, quarto Nossa Senhora de Aparecida e o quinto Vila do Pião

Resumo Histórico

O Decreto de Abertura dos Portos às Nações Amigas, promulgado em 28 de janeiro de 1808 pelo Regente D. João no episódio da transferência da corte para o Brasil, seis dias após o desembarque na Bahia da Família Real Portuguesa, resultou no eventual incremento da colonização até então restrita aos súditos lusitanos. Destacam-se nos desbravamentos do atual território do município de Sapucaia os cidadãos suíços Antônio Inácio Lemgruber e Vicente Ubherlarto, os quais chegaram no dia 7 de março de 1809 às terras que abrangem a atual Fazenda Santo Antônio, a 31 km da sede do município.

Em continuidade ao afluxo de colonos, com o fim do ciclo do ouro em Minas Gerais e a expansão da economia cafeeira no Vale do Paraíba, destaca-se o pioneirismo dos cidadãos portugueses Joaquim de Souza Breves e Antônio de Souza Brandão (mais tarde Barão de Aparecida), e de Francisco Diogo Perret, de origem francesa, no povoamento da região. Por efeito da Lei 262, de 26 de abril de 1842, a capela de Nossa Senhora da Aparecida, edificada por iniciativa de Antônio Inácio Lemgruber, foi elevada à o freguesia, resultando na atual vila de Nossa Senhora Aparecida, sede de um dos distritos de Sapucaia.

Em 1856, Augusto de Souza Furtado, Domingos Antônio Teixeira e José Joaquim Marques Melgaço, donos de vastas porções de terra entre os rios Calçado e Paraíba do Sul, se destacam na fundação do arraial de Santo Antônio de Sapucaia, assim nomeado em vista do nome do padroeiro do povoado e da existência de grande quantidade de sapucaias (Lecythis pisonis). Sapucaia se originou do termo tupi ïasapuka’i (yaçapucaí), que significa “fruto que faz saltar o olho”.

A implantação da Estrada de Ferro Dom Pedro II em 1871 impulsionou o desenvolvimento do arraial, que foi reconhecido pelo Decreto 2.068 de 7 de dezembro de 1874 como Vila de Sapucaia, constituindo-se sede do novo município instalado em 28 de fevereiro de 1875.

Referências

IBGE. Enciclopédia dos Municípios Brasileiros. Volume XXII. Rio de Janeiro, edição do IBGE, 1957

IBGE. IBGE – cidades @. Disponível em: <http://www.cidades.ibge.gov.br/v3/cidades/municipio/3305406>. Acesso em: 10 março. 2017.

 

………………….

Cidade das Mangueiras
De heróica tradição
Suas lindas cachoeiras
Nos enchem de emoção.

Cantemos com saudade
Um hino de louvor
Honrando esta cidade
Com fé e destemor.

Suas praças tão bonitas,
Sua luz traz alegria.
as formosas senhoritas
Inspirando poesia.

Veneramos Santo Antônio,
Padroeiro da cidade,
Pois é dele o patrimônio
Que nos dá felicidade.

“Árvore Grande”! Simbolismo de amor!
Velho ornamento que encanta a cidade.

“Árvore Grande”! de beleza e frescor!
Que nos dá a sombra, esperança e saudade.

………………….

 

Criação
O projeto de criação da bandeira de Sapucaia é de autoria do servidor público federal e professor, Dejair Zanon e data de 21 de dezembro de 1968. Descrição e interpretação Campo dividido em três faixas da mesma largura. A primeira e a terceira de azul celeste e a segunda, de branco alinhada com cinco estrelas em vermelho, evidenciando os distritos municipais que são: Sapucaia, Anta, Aparecida, Jamapará e Pião, sendo que o do centro, um pouco maior, representa a sede, politicamente distinguida com o topônimo SAPUCAIA. O azul e o branco representam os cores da bandeira do Estado do Rio de Janeiro, acrescido do vermelho, evidenciando, assim, a luta e a intrepidez do povo sapucaiense.

 

Saiba mais…