Prefeito Fabrício Baião assina termo de cooperação técnica com a FIPERJ para desenvolvimento da produção de pescado no município

Hoje, dia 30 de setembro, o prefeito de Sapucaia, Fabrício Baião, esteve na sede da FIPERJ (Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro), em Niterói, para assinar um termo de cooperação técnica entre a Prefeitura e a instituição, visando o desenvolvimento sustentável da aquicultura no município. A FIPERJ trabalha pela promoção do desenvolvimento sustentável da aquicultura e da pesca no estado e articula políticas públicas para o setor em benefício da sociedade. Representando a Fundação, assinou o termo de cooperação o diretor-presidente Arildo Mendes de Oliveira.

O objetivo do convênio é disponibilizar ao município de Sapucaia assistência técnica gratuita a todos os produtores da área de aquicultura, incluindo a realização de cursos de capacitação; criação e produção de pescado; criação e produção de rãs; filetamento e beneficiamento de tilápia; entre outros treinamentos da grade oferecida pela instituição. Participaram também da reunião a secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Sapucaia, Laize Rafaelle; o secretário municipal de Agricultura, Giovani Brito Correia; o consultor de Agronegócio, Samuel Sanseverino; e o diretor de Pesquisa e Produção da FIPERJ, Pedro Vieira Esteves.

O prefeito Fabrício Baião se mostrou bastante satisfeito com mais esta conquista da cidade. “Hoje é um dia muito importante para todos nós, sapucaienses, pois estamos aqui na FIPERJ para assinar este termo de cooperação técnica. A partir deste momento, estamos aptos a criar peixes e a oferecer cursos relacionados a todos os trabalhos que envolvem os pescadores do nosso município. Nossos produtores rurais terão a possibilidade de criar peixes e de ter esse acompanhamento técnico da FIPERJ.  Agradeço ao presidente Arildo e coloco Sapucaia à disposição da Fundação. Somos muito gratos porque esta é a primeira vez na história da cidade que temos  o privilégio de firmar um convênio como este”, disse.

O diretor-presidente da FIPERJ, Arildo Mendes de Oliveira, agradeceu o importante trabalho realizado pela equipe da Fundação e pelos técnicos da Prefeitura de Sapucaia, que atuaram em conjunto para que fosse possível chegar à definição deste termo de cooperação técnica, que representa um marco na relação da FIPERJ com o município. Fabrício Baião ressalta a importância da assistência técnica e do apoio especializado para os nossos produtores. “Estas ações poderão elevar a qualidade dos nossos produtos e aumentar a renda dos criadores, resultando no crescimento e desenvolvimento da economia do município”, declara.

Comunicação PMS

Fotos: Divulgação

Skip to content