Recomendação para visitas nos cemitérios municipais no feriado de Finados/2020

Considerando a necessidade de adoção de medidas excepcionais de prevenção e combate à propagação do novo Coronavírus, a Prefeitura Municipal de Sapucaia recomenda:

– Que na entrada dos cemitérios se faça a higiene das mãos e antebraços com sabão ou álcool em gel a 70% , sendo obrigatório o uso de máscara por parte dos visitantes e servidores municipais;

– Que seja garantido o distanciamento mínimo de 1,5m a 2m entre os visitantes, bem como os demais servidores, evitando o contato físico (como beijos, abraços e apertos de mão), devendo ser limitado o número de pessoas a 50% da capacidade do espaço físico;

– Que pessoas do grupo de risco evitem a ida ao cemitério e celebrações religiosas, bem como aquelas que apresentem sintomas como febre ou tosse;

– Que seja obrigatória a utilização dos equipamentos de proteção individual da forma correta, por parte dos servidores;

– Que não sejam utilizados bebedouros coletivos nem banheiros públicos, e que as pessoas não aceitem degustações, não compartilhem alimentos e evitem consumo nos ambientes;

– Que evitem conversar, usar o telefone celular ou tocar no rosto, nariz, olhos e boca, durante sua permanência no ambiente;

– Que as pessoas, ao chegarem em casa, façam a higienização das mãos e antebraços com água e sabão, ou de preferência tomem banho;

– Que a limpeza dos túmulos seja realizada sempre no sentido de cima para baixo e das áreas mais limpas para as mais sujas, utilizando água sanitária e sabão;

– Que o visitante fique no espaço por um curto período de tempo;

– Que ao levar flores e velas para depositar nos túmulos, evitem compartilhar esses artigos com outras pessoas, de modo a prevenir a transmissão cruzada do vírus, ou seja, da superfície dos objetos para as mãos e vice-versa;

– Que se tenha cuidado com o manuseio do álcool a 70% no momento de acender as velas e com o seu uso próximo aos locais com velas acesas, pois o álcool é uma substância altamente inflamável.

Ressalta-se que o uso de flores naturais e recipientes que acumulem água podem gerar criadouros para o mosquito Aedes Aegypit, transmissor da dengue.

Skip to content