Secretaria Municipal de Saúde busca inclusão de Sapucaia entre as cidades que recebem soro antipeçonhento

 

Os acidentes causados por animais peçonhentos representam um grande problema de saúde pública, principalmente nas localidades rurais. No âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) no Brasil, a prevenção e o tratamento das vítimas condicionam estratégias que visam a qualidade de vida da comunidade de maneira geral, como também formas de economia para o setor de saúde pública.

Em Sapucaia, é feito um trabalho de Educação em Saúde, através do setor de Vigilância, para captura de serpentes que adentram casas, escolas e outras instituições, e que são encaminhadas ao Instituto Vital Brazil. O trabalho ocorre em parceria com o setor de Vigilância Ambiental do município de Paraíba do Sul que, assim como Sapucaia, possui grande extensão rural.

O Instituto Vital Brazil vem desenvolvendo parceria com o município desde 2017, através da realização de palestras, treinamentos e educação continuada para os técnicos envolvidos. A Secretaria Municipal de Saúde de Sapucaia busca, atualmente, a inclusão da cidade entre as que recebem soro antipeçonhento, tendo em vista a grande demanda: apenas neste ano de 2018, já foram contabilizados 22 casos deste tipo.

 

Comunicação PMS

Foto: Sindiclei Baião