Secretaria Municipal de Saúde informa:


A partir desta quinta-feira, 22 de agosto, todas as crianças de seis meses a menores de 1 ano devem ser vacinadas contra o sarampo. A ação é uma resposta do Ministério da Saúde em decorrência do aumento de casos da doença em alguns estados. Essa medida preventiva tem por objetivo alcançar crianças que não receberam a dose extra, chamada de ‘dose zero’, além das previstas no Calendário Nacional de Vacinação, aos 12 e 15 meses.

É importante esclarecer, porém, que a chamada “dose zero” não substitui e não será considerada válida para fins do calendário nacional de vacinação da criança. Assim, mesmo com a dose que está sendo aplicada agora, os pais e responsáveis devem levar os filhos para tomar a vacina tríplice viral (D1) aos 12 meses de idade (1ª dose); e aos 15 meses (2ª dose) para tomar a vacina tetra viral ou a tríplice viral + varicela, respeitando-se o intervalo de 30 dias entre as doses.

Além disso permanece, de 1 até 49 anos, a vacinação de rotina contra a tríplice viral. Quem ainda não tomou a vacina, deve procurar o posto de saúde. Aqueles que já foram imunizados, não precisam tomar outra dose.

Novos casos de sarampo

Nesta terça-feira, dia 20, o Ministério da Saúde divulgou novo boletim com os casos de sarampo. O Brasil registrou, nos últimos 90 dias, entre 19 de maio a 10 de agosto de 2019, 1.680 casos confirmados de sarampo, em 11 estados: São Paulo (1.662), Rio de Janeiro (6), Pernambuco (4), Bahia (1), Paraná (1), Goiás (1), Maranhão (1), Rio Grande do Norte (1), Espírito Santo (1), Sergipe (1) e Piauí (1).

Quem for viajar para locais com casos confirmados de sarampo deve procurar a sala de imunização para verificar o histórico vacinal e receber orientações, com 15 dias de antecedência, levando a caderneta de vacinação.